Jovens universitários – Beira Interior de Portugal, Covilhã: 15 de Novembro de 2016, Conferência na UBI sobre Segurança e Defesa europeia

Promovida pela Associação EuroDefense-Portugal e pela Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade da Beira Interior, realizou-se em 15 de Novembro (2016), na Covilhã, a Conferência “O Novo Quadro de Segurança e Defesa Europeia: desafios e opções para Portugal”.

No enquadramento desta iniciativa conjunta estiveram os últmos treze anos a “velha” Estratégia Europeia de Segurança de 2003, também conhecida como “Documento Solana”. Esta estratégia encontra-se reconhecidamente desatualizada e obsoleta nos seus objectivos, prioridades e propostas, em face dos novos fenómenos sociais e económicos, desafios, ameaças e tensões geopolíticas que temos vindo a viver, sobretudo na última década.

Na realidade, o ambiente de segurança internacional de paz, segurança, progresso e prosperidade, a que nos acostumámos depois da euforia da queda do “Muro de Berlim” e do fim da “Guerra Fria”, acabou, situação potencialmente agravada com o “Brexit”.

putin-natoComo pano de fundo esteve igualmente ressurgimento de uma Rússia mais assertiva, exponenciando tensões geopolíticas adormecidas na Euro-Ásia e no Médio Oriente, e o agravamento crescente das relações EUA/Rússia sobre diferenças insanáveis no que respeita à Ucrânia/Crimeia, à guerra cibernética e à Síria, esgotaram o remanescente de confiança mútua existente desde o fim da “Guerra Fria”, caminhando-se paulatinamente para o regresso ao confronto da bipolaridade, gerando instabilidade e conflitualidade no sistema de segurança internacional.

nato-missaoPor outro lado, com o aparecimento e expansão global do terrorismo radical transnacional, a crise dos refugiados e a instabilidade na vizinhança estratégica da UE, a segurança da Europa e dos seus cidadãos está hoje muito mais ameaçada, precisamente no momento em que a resposta europeia se encontra mais enfraquecida economicamente, fragmentada moral e politicamente e descredibilizada sob o ponto de vista de vontade política de defesa e de capacidade militares, pela acção erosiva dos “cortes” sistemáticos na Defesa.

Vivemos numa sociedade de risco onde a incerteza, a insegurança e o medo do terrorismo global são características essenciais do ambiente de segurança contemporâneo e factores determinantes nas relações internacionais.

Como corolário desta situação, a Alta Representante da UE apresentou ao Conselho Europeu de Junho de 2016 uma nova Estratégia Global de Política Externa e de Segurança da UE, com a designação de “Visão Partilhada, Acção Conjunta: Uma Europa Mais Forte”, na qual se reforça o nível de ambição política para uma “autonomia estratégica” da UE, para segurança da União e dos seus cidadãos, baseada em capacidades militares credíveis e numa base tecnológica e industrial sustentável, inovadora e competitiva. Neste sentido, a Estratégia Global da UE pode representar uma oportunidade única para relançar o projecto de defesa europeu, com um ímpeto renovado e um compromisso político mais sério e mais credível.

ubiFoi neste contexto geopolítico de segurança degradada, incerteza e adaptação institucional, com o objectivo primordial de sensibilizar a cidadania, sobretudo os jovens universitários, para os prementes desafios e ameaças à segurança europeia actual e futura, que a Associação EuroDefense-Portugal e a Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade da Beira Interior, realizaram a Conferência “O Novo Quadro de Segurança e Defesa Europeia: desafios e opções para Portugal”,  que decorreu com o seguinte programa:

 

Dia: 15 de Novembro de 2016

Local: Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade da Beira Interior, Anfiteatro 7.21,

 

14h15 – Receção e acolhimento dos participantes

14h30 – Sessão de Abertura

Professor Mário Raposo

Vice-Reitor da Universidade da Beira Interior

Dr. António Figueiredo Lopes

Presidente da Direção da Associação EuroDefense-Portugal

Professor Doutor Pedro Guedes de Carvalho

Presidente da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade da Beira Interior

Professora Doutora Liliana Reis

Coordenadora Científica da Conferência | UBI

João Vasco Baptista

Núcleo de Estudantes CPRI-UBI

 

15h15 – PAINEL  A Estratégia Global de Política Externa e Segurança da UE: Agente de Mudança ou Lista de Intenções face aos desafios globais?

                         

15h15 –  “Uma visão abrangente e integrada da Estratégia Global da UE: opções para

Portugal“

              Professora Doutora Ana Isabel Xavier, FCSH-UNL, Subdiretora-Geral de Política de Defesa Nacional

 

 

 

15h45 – “A dimensão da Política de Segurança e Defesa: desafios para Portugal”

Professora Doutora Ana Paula Brandão, Universidade do Minho

           

                                   Moderação: Telmo Martins (licenciando em Ciência Política e Relações                                                          Internacionais – UBI)

 

16h10 – Intervalo

 

16h40 – “A dimensão tecnológica e industrial de defesa: desafios para Portugal”

Coronel Fernando Araújo Albuquerque, Assessor Principal, Direção-Geral dos Recursos da    Defesa Nacional; Representante Nacional junto da NSPA/NATO, Luxemburgo

 

17h00 –  “A dimensão das Políticas de Vizinhança, Imigração e Contra-terrorismo: desafios para Portugal”

Coronel Nuno Barrento Lemos Pires, Doutorado, Professor na Academia Militar

 

Moderação: Ariana Alexandre (mestranda em Relações Internacionais – UBI)

 

17h25 – Debate

 

17h45 – Encerramento

 

  • Conclusões

Mestres Joana Vaz e Teresa Fernandes (UBI)

 

  • Sessão Final

Major-General Augusto Melo Correia (Pil.Av. Ref,), Vice-Presidente da Direção da Associação EuroDefense-Portugal

Professora Doutora Liliana Reis, Coordenadora Científica da Conferência.

 

Eduardo Mascarenhas

Vogal da Associação EuroDefense-Portugal

Coordenador para a área da Comunicação

Com:

Major-General Augusto Melo Correia Pil.Av. REf)

Vice-Presidente da Direcção da Associação EuroDefense-Portugal

( Promotor e principal organizador

desta Conferência na UBI)