O novo quadro de Segurança e Defesa Europeia

Com o agravamento do ambiente de crise na nossa vizinhança estratégica e os ataques terroristas perpetrados no espaço europeu, cresce o medo e a exigência de que os Governos congreguem esforços para garantirem a paz e a segurança.

Por outro lado, com a saída do Reino Unido – a maior potencia militar europeia e a crescente pressão dos Estados Unidos, a União Europeia está perante o maior desafio à sua defesa desde o fim da guerra fria, tendo de assumir com realismo as suas próprias responsabilidades.

Com as importantes decisões tomadas nos últimos tempos pelos líderes europeus, há neste momento uma manifesta vontade politica, tanto no quadro da UE e como na NATO, no sentido de reforçar a cooperação entre os Estados Membros e as Instituições Europeias para aumentar as capacidades de segurança e defesa.

Face ao caráter inovador, à diversidade, complexidade e amplitude das decisões já assumidas, este ano de 2017 constituirá, seguramente, um marco de mudança de paradigma no domínio da segurança e da defesa, sem que, porém, a generalidade dos cidadãos de tal tenha ainda a devida perceção, por ausência ou insuficiência de informação.
A Associação EuroDefense-Portugal, no cumprimento da sua missão principal, prosseguirá na resposta a este imperativo de esclarecimento e informação através de iniciativas de reflexão e debate, mas sobretudo pela publicação e divulgação de artigos temáticos em grande parte da autoria dos nossos Associados.

Deixamos, pois, o nosso apelo para que aceda à nossa informação e nos contacte se quiser saber mais sobre o que se está a passar na Europa nesta importante fase de evolução da Politica Comum de Segurança e Defesa.

António Figueiredo Lopes,
Presidente da Direção da Associação EuroDefense-Portugal

Notícias

Fevereiro 15, 2019
A realização, no próximo dia 10 de abril, de uma Conferência Internacional no âmbito das atividades desenvolvidas pelo Centro de Estudos EuroDefense-Portugal, alicerçada na temática do «DESENVOLVIMENTO COOPERATIVO DE CAPACIDADES…
Dezembro 5, 2018
  A Marinha tem desde 23 de Novembro de 2018 o primeiro centro militar em Portugal credenciado como centro de Formação em Tactical Combat Casualty Care. Esta formação, reconhecida internacionalmente,…
Novembro 20, 2018
O ministro da Defesa, João Gomes Cravinho, manifestou perante o secretário-geral da NATO “a continuidade plena” do raciocínio geoestratégico de Portugal na Aliança Atlântica, num encontro em “não houve nenhuma…

Atividades Mais Recentes e Artigos Temáticos

Fevereiro 8, 2019

A controvérsia que vem pelo Báltico A realidade energética na Europa tem sido, de uma forma geral, nos últimos anos, um tempo de acalmia. As fontes fósseis (reservas provadas de carvão, gás natural e petróleo) são abundantes no mundo e diversificadas. Os preços têm-se mantido estabilizados, em ciclos de oscilação controláveis, e assim se pode […]

Dezembro 5, 2018

O Tratado de Maastricht, assinado em 7 de fevereiro de 1992, criou uma União Europeia (UE) assente em três pilares, sendo o segundo pilar dedicado à Política Externa e de Segurança Comum (PESC), com o objetivo de reforçar a segurança da UE e dos seus Estados-membros e de promover paz e segurança internacional, em consonância […]

Novembro 14, 2018

Depois da queda do “Muro de Berlim” foram concebidos, desenvolvidos e produzidos na Europa, principalmente, três tipos diferentes de aviões de combate da 4ª geração: Eurofighter Typhoon (consórcio europeu constituído por Reino Unido, Alemanha e Itália e Espanha), Rafale (grupo francês Dassault Aviation) e Saab Gripen (grupo sueco). Estas aeronaves equipam obviamente as atuais frotas […]